OS PROFISSIONAIS

RICARDO YAMASAKI  |  Atividades Sociais

- Fundador do Projeto Social VIDA AO PROXIMO, em 2000.

- Consultor Jurídico da CUFA-SP (Central Única das Favelas), criada por Celso Ataíde e MV Bill, desde 2009.

- Consultor Jurídico do Instituto Ação e Reação – 09 de Julho – fundado pelo cantor de rap, do grupo Racionais MC´s, Edi Rock, desde 2007.

- Consultor Jurídico da UNEGRO (União de Negros pela Igualdade), desde 2007.

- Consultor Jurídico da Rua do Samba Paulista, desde 2007.

- Consultor Jurídico do Instituto Movere, desde 2007.

- Consultor Jurídico do Instituto Pro Bono, desde 2007.

- Consultor Jurídico do SDA - Heliópolis, desde 2005.

- Colaborador do CEI Belém, desde 2004.

- Membro da Organização não Governamental Reciclázaro, desde 2004.

- Membro da Organização Não Governamental “Zeladoria do Planeta Brasil” desde 2000.

- Membro atuante da Softeck Solidária, 2004.

- Membro do “Projeto Atuação Cidadã” na elaboração de material didático jurídico para deficientes visuais, em 2000.

 

Voltar

Todos os direitos reservado à Augusto Yamasaki Advogados

OS PROFISSIONAIS

RICARDO YAMASAKI  |  Atividades Sociais

- Fundador do Projeto Social VIDA AO PROXIMO, em 2000.

- Consultor Jurídico da CUFA-SP (Central Única das Favelas), criada por Celso Ataíde e MV Bill, desde 2009.

- Consultor Jurídico do Instituto Ação e Reação – 09 de Julho – fundado pelo cantor de rap, do grupo Racionais MC´s, Edi Rock, desde 2007.

- Consultor Jurídico da UNEGRO (União de Negros pela Igualdade), desde 2007.

- Consultor Jurídico da Rua do Samba Paulista, desde 2007.

- Consultor Jurídico do Instituto Movere, desde 2007.

- Consultor Jurídico do Instituto Pro Bono, desde 2007.

- Consultor Jurídico do SDA - Heliópolis, desde 2005.

- Colaborador do CEI Belém, desde 2004.

- Membro da Organização não Governamental Reciclázaro, desde 2004.

- Membro da Organização Não Governamental “Zeladoria do Planeta Brasil” desde 2000.

- Membro atuante da Softeck Solidária, 2004.

- Membro do “Projeto Atuação Cidadã” na elaboração de material didático jurídico para deficientes visuais, em 2000.

 

Voltar